Receitas Vegetarianas

Depósito de Receitas: Vegetarianismo – Macrobiotica – Veganismo


Deixe um comentário

Estufado de Favas, Batata, Alho, Cenoura, Aveia Integral, Nabo e Cebola na Panela de Pressão

Usei mais uma vez a minha panela de pressão nova. Como tenho casa nova, todos os meus utensílios de cozinha são novos.

Desta vez fiz um estufado muito saboroso em que misturei vários legumes com favas frescas, e, com algum cereal lá dentro. Não é muito normal eu juntar e cozinhar o cereal e a leguminosa tudo junto, mas desta fi-lo.

Comprei no mercado aqui em Erfoud, um saco cheio de favas frescas, só bastou descascar e pôr na panela. Aqui também se costuma fazer tudo junto, ou seja, usar a fava com a casca toda, tudo para dentro da panela. Isso hei-de experimentar para uma receita mais à frente.

É Inverno, e a aveia por excelência é um alimento de Inverno.

Estufado de Favas

2 punhados de favas frescas
5 batatas pequenas
1 nabo grande
1 cebola grande
1 cenoura gigante
1 colher de chá de paprika
1 colher de chá de pimenta
1 punhado de grãos de aveia integral
Azeite qb
1 colher de chá de Sal
6 canecas de água

Como preparar

Pus a panela ao lume com o azeite e a cebola e deixei 5 minutos até que juntei o nabo, a cenoura 1 as favas. Deixei alourar tudo e juntei as especiarias e o sal. Depois de um bocado e de mexer um pouco, juntei as 6 canecas de água, mexi outra vez e juntei a aveia depois de esta ter sido lavada também. Fechei a panela e deixei cozinhar durante 45 minutos em lume brando. Bom apetite.


5 comentários

Tajine Vegetariana com Batata, Cenoura, Nabo, Cebola, Alho, Alho Francês, Coentros, Grão de Bico

Tajine Vegetariana com Batata, Cenoura, Nabo, Cebola, Alho, Alho Francês, Grão de Bico

Serve:

4 pessoas

Ingredientes:

azeite

3 cebolas ( médias)

3 cenouras ( médias)

1/2 alho francês

300gr grão de bico

2 batatas  ( médias)

2 dentes de alho

1 molhinho de coentros

1 colher de sobremesa de sal marinho

2 nabos

Preparação:

Cozer o grão de bico previamente, depois de pôr de molho 12horas ( deixe de molho pela noite ). Partir tudo aos quadradinhos pequenos. Aquecer a tajine com o azeite, as cebolas, o alho francês e os nabos. Quando estes já estiverem dourados, juntar a batata, sobreposta pelas cenouras e o molho de coentros sem os partir, ou para quem preferir, tudo partidinho, dependo do seu gosto ( estou a falar dos coentros, não da batata e das cenouras ). Arrumar tudo para ficar bonito. Deixar ao lume com a tampa fechada. Pode utilizar a técnica de ter uma colher de sopa entre a tampa e a base. Assim sai o vapor.

Ir pondo água qb. Juntar os alhos partidinhos por cima de tudo com um fim de azeite crú. Desligar o lume e deixar descansar.

A tajine não é propriamente um prato, mas sim o nome de um utensílio de barro usado em Marrocos para cozinhar. Dá um sabor muito característico à comida, pois funciona por um lado como “panela de pressão” à moda antiga onde o ar quente circula por dentro e envolve-se no alimento,  e por outro, o sabor a barro está sempre presente.

Deixe cozer bem os alimentos. Uma tajine tem normalmente um leve sabor a cebola bem frita, até pode deixar pegar um pouco ao fundo pois o sabor fica ainda mais acentuado, pode mesmo deixar queimar um bocadinho. Lembre-se, a tajine não se mexe, os alimentos ficam sempre no mesmo sítio.

Boas comidas!